[RESENHA BOOK TOUR] O Nome do Sonho - M. Deméter

Hey, pessoas!

A primeira resenha do ano de 2016 é especial demais, e não poderia ser diferente. Conheçam um pouco do mundo de O Nome do Sonho, da autora nacional M. Deméter, e se apaixonem vocês também!

O Nome do Sonho

TÍTULO: O Nome do Sonho
AUTOR: M. Deméter
EDITORA: Garcia
NÚMERO DE PÁGINAS: 312 páginas
SINOPSE: O que você faria se descobrisse que toda a sua realidade não passa de uma fantasia e tudo se baseasse na existência de uma única pessoa?Pode parecer ilusão, mas essa é a realidade de O Nome do Sonho. Anne já se acostumou com ela, mas Vivian não a aceita com tanta facilidade. Em um mundo onde todos os sonhos são possíveis, talvez o amor possa transformar os conceitos de realidade e ficção, mas nunca sem sacrifícios.


A vida pode ser como nos sonhos, basta acreditar.

    

Vivian é uma jovem sofrida e amargurada, que desde muito cedo viu-se tendo que se virar sozinha, devido ao abandono de seus pais e sua vida passada em orfanatos. Adulta, sonha em se tornar escritora, mas as mágoas do passado impedem sua força de vontade. Anne é uma garotinha doce e sonhadora, que encontrou uma forma de permanecer próxima ao seu ente mais querido mesmo depois que a morte o levou. Os destinos de ambas as garotas se cruzam num momento especial na vida de Vivian: na descoberta de um mundo completamente novo, onde ela irá encontrar não só as respostas que procura, mas também sua própria essência e seu grande e verdadeiro amor.

Recebi esse livro e tive a oportunidade de lê-lo graças ao Book Tour realizado e idealizado pela autora, e posso dizer que foi uma experiência incrivelmente mágica do início ao fim. O que mais me fascinou desde o primeiro momento em que tive contato com a sinopse do livro foi a sua premissa principal: o mundo onírico. Não existem muitas obras de ficção que abordem o assunto em suas tramas e como sou completa admiradora desse universo tão esplêndido, foi encantador para mim descobrir essa narrativa.

Aliás, encantador é uma palavra que define muito bem o enredo deste livro. Passando por uma história de dor e sofrimento, ao mesmo tempo em que nos apresenta a superação e a coragem necessária para encarar nossos temores e viver plenamente nossos desejos, a história criada por M. Deméter é uma verdadeira lição de amor e fé. Fé não só no poder dos nossos próprios sonhos, mas também em nós mesmos e na nossa capacidade de alcançarmos nossos objetivos.

Vivian é uma protagonista extremamente bem estruturada, em toda a sua totalidade. Dá para perceber o esforço que a autora fez para construir uma personagem complexa e inteira, com personalidade e vontades próprias, bem como temperamento e decepções. Desde o início do livro ela se mostra machucada, ferida, por conta de toda a trajetória de sua vida, que a impede de se entregar realmente aos seus maiores e mais profundos projetos. É interessante acompanhar toda a mudança de perspectiva pela qual ela passa no decorrer do livro, bem como o amadurecimento através do qual ela se torna dona de si mesma e de seus sonhos. Uma das coisas mais fantásticas que a Vivian nos ensina é que as pessoas são, sim, capazes de evoluir e se transformar para melhor.

Anne é uma graça à parte. Preenche a narrativa com sua doçura, alegria e paixão pela vida, e a força que emana dela mesmo sendo ainda tão pequena é inspiradora para qualquer um que a conheça. Valente e determinada, a garotinha sempre encontra uma forma de conquistar o que deseja, e isso é o que mais aprendi a admirar nela. Além, é claro, da capacidade de crer no impossível que ela possui, algo que só a inocência de uma criança conseguiria nos ensinar.

Antony é o avô de Anne e a pessoa que mais a compreende e protege no mundo inteiro. É importante ressaltar que ele vive no mundo dos sonhos após sua morte, através das vontades da menina, que o fez existir nesse universo. Sábio, experiente e muito compreensivo, o senhor é um exemplo de perspicácia e amor ao próximo. Tudo que ele faz, mesmo não estando mais entre os vivos, é pensando nos seus entes queridos que ainda continuam nesta dimensão.

Felipe é o grande amor e ao mesmo tempo idealização de Vivian. É o homem dos sonhos: carinhoso, compreensivo, bom ouvinte, protetor e muito carismático, o garoto não precisa de palavras para entender as necessidades e os maiores medos de sua amada, e faz o que lhe é possível para auxiliá-la em tudo isso. Sempre presente, Felipe é incrivelmente astuto, inteligente e perspicaz, o que facilita na hora de compreender sua própria situação e os mistérios que rodeiam sua existência. O casal tem uma conexão entre si que impressiona até mesmo o leitor mais desacreditado no amor, e é impossível não ficar comovido com a relação que os dois constroem. Posso dizer que foi um dos aspectos que eu mais gostei no livro.

O universo construído pela autora é rico, encantador e cheio de magia, é algo único, diferente de tudo aquilo com o qual o leitor está acostumado. Foi o elemento que fez com que eu me envolvesse e realmente me entregasse à leitura, principalmente por todos os segredos e beleza que o mundo dos sonhos encerra em si. É indispensável que vocês compreendam que o mundo deste livro é divido em duas dimensões, a dos sonhos e a da realidade, e ambas estão intrinsecamente conectadas e dependentes uma da outra, o que foi uma sacada genial da autora. É impressionante acompanhar como ela desenvolve e liga ambos os universos, tão diferentes entre si.

A narração é feita através de uma mudança de perspectiva constante, que altera-se entre a vida e os sonhos de Vivian, os dias e as visitas de Anne ao mundo dos sonhos, e os encontros entre Felipe e Vivian, bem como o modo de viver de Antony e Felipe dentro do universo onírico. Este formato é importante, principalmente porque nos dá uma visão ampla de todas as facetas e aspectos presentes no livro. Algo que achei muito interessante e que auxilia na hora de não confundirmos as perspectivas de cada capítulo é que o próprio título já nos deixa clara qual a personagem e qual das duas dimensões encontraremos naquele excerto! O modo como a autora introduz novas informações e descobertas em sua trama é bastante eficiente e discreta, nos dando a impressão de que tudo nos é dado e revelado aos poucos, em pequenas porções, algo que nos ajuda para compreender a história como um todo.

A diagramação cuidadosa da editora Garcia foi extremamente detalhada e preocupou-se com o livro como um todo, desde a revisão até a arte de capa, que está extremamente linda e coerente com o que teremos nas páginas a seguir. Não encontrei erros ortográficos, o que me deixa extremamente empolgada.

Ao final dessa resenha posso dizer que me sinto extremamente grata a Mara por me proporcionar essa experiência literária incrível e tão real. A história em si me fascinou, encantou e envolveu, bem como seu enredo e personagens, mas o que mais me conquistou de vez no livro foi a lição que ele carrega: o poder de acreditarmos em nossos sonhos. Isso é algo que vou guardar dentro de mim, e que de uma forma ou outra sempre virá à tona em vários momentos da minha vida, dando força e coragem para correr atrás dos meus desejos e objetivos. O livro está mais do que recomendado, como eu não preciso nem dizer!

Até a próxima postagem! Beijos!

1 comentários:

  1. Ai que resenha mais amor do mundo, Patrini <3 <3 Você sabe deixar uma autora boba de felicidade shauhsuahs Adorei!! Fiquei mega feliz principalmente nesse finalzinho, que você falou que a mensagem vai ficar guardada dentro de você pra sua vida =) Espero que todos os seus sonhos se realizem, hoje e sempre! <3

    ResponderExcluir